内衣:在选择胸衣的时候丰胸酒酿蛋,尽量选择钢托的,可以完全托起你的整个胸部,便它不会垂下来丰胸食物,夜晚睡觉的时候,最好也穿着胸衣粉嫩公主,可以有效的缓解胸部的压力,和地心引力带来的下坠感丰胸方法
Crítica: Os Homens que não Amavam as Mulheres - Moloko Milk
Últimas novidades

Crítica: Os Homens que não Amavam as Mulheres

Bom, em primeiro lugar, não é um romance policial barato. É um romance policial recheado de inteligência, riqueza em detalhes e personagens cativantes

Confesso que me surpreendi ao ler este primeiro livro da trilogia Millennium. O escritor é o jornalista sueco Stieg Larsson, uma espécie de Van Gogh, que só foi obter sucesso após sua morte. Ele entregou a obra completa em 2004, e no mesmo ano morreu ao 50 anos, vítima de um ataque cardíaco, deixando órfãos seus futuros fãs.

A minha surpresa na verdade, foi porque eu conhecia muito pouco da Suécia e de sua produção de cultura, entretenimento e celebridades. Meu conhecimento sobre a Suécia se resume em alguns nomes: Estocolmo (a capital), Alfred Nobel (aquele lá da dinamite), no cinema com os diretores Ingmar Bergman (O Sétimo Selo) e Lasse Hallström (Regras da Vida), a atriz Ingrid Bergaman (Casablanca) e o in-esquecível ator Doph Lundgren (o Ivan Drago, de Rocky IV).

No cenário musical a banda ABBA (Dancing Queen), Roxette (Listen to your Heart) e Europe (The Final Countdown). No futebol, apesar de terem dado um trabalhão pro Brasil em 94, só conheço dois, Larsson e Ibrahimovic.

Eis que surge um sueco (outro Larsson) em uma categoria que até então não conhecia nenhum, a literatura, e, diga-se de passagem, com categoria ímpar. Tá, pesquisei depois e vi que a Suécia já levou pelo 7 prêmios Nobel de literatura, mas eles são café com leite né, afinal eles que criaram o prêmio.

Então assumo aqui minha ignorância e apresento a vocês o primeiro escritor sueco que li e que já ouvi falar, o primeiro Pop pelo menos, mas nem por isso cheio de clichês, nem tão ordinário.

Até o presente momento, li apenas o volume I, Os Homens que não Amavam as Mulheres, mas não vejo a hora de iniciar os novos capítulos dessa trilogia. Fica apenas aquele gostinho amargo de saber que serão apenas os três a nada mais de Stieg Larsson.

Não quero estragar muito com detalhes da trama, estão, repasso à seguir a resenha oficial do livro e abaixo algumas das minhas impressões:

Primeiro volume da trilogia Millennium cult de mistério, que se tornou fenômeno mundial de vendas. Os homens que não amavam as mulheres traz uma dupla irresistível de protagonistas-detetives: o jornalista Mikael Blomkvist e a genial e perturbada hacker Lisbeth Salander. Juntos eles desvelam uma trama verdadeiramente escabrosa envolvendo a elite sueca. Os homens que não amavam as mulheres é um enigma a portas fechadas – passa-se na circunvizinhança de uma ilha. Em 1966, Harriet Vanger, jovem herdeira de um império industrial, some sem deixar vestígios. No dia de seu desaparecimento, fechara-se o acesso à ilha onde ela e diversos membros de sua extensa família se encontravam. Desde então, a cada ano, Henrik Vanger, o velho patriarca do clã, recebe uma flor emoldurada – o mesmo presente que Harriet lhe dava, até desaparecer. Ou ser morta. Pois Henrik está convencido de que ela foi assassinada.”

Bom, em primeiro lugar, não é um romance policial barato. É um romance policial recheado de inteligência, riqueza em detalhes e personagens cativantes. O mistério central é o desaparecimento de Harriet, mas o drama pessoal de cada personagem exala pelas mais de 500 páginas.

Mikael é o herói correto, charmoso e cercado por mulheres, que vai perdendo um pouco de sua inocência no decorrer da trama, e mesmo ele sendo caxias em algumas partes, deixei de torcer para ele. No outro lado, a outra personagem central, Lisbeth, despertando nossa curiosidade, que permanece mesmo após o término da leitura. Ela tem um passado oculto, cheio de drama e que provavelmente daria um outro livro.

Eu não gosto de falar muito, tenho medo de revelar coisas pequenas, mas que quando no contexto têm um sabor especial, como o trabalho de Mikael e Salander, as mulheres de Mikael e a família Vanger. Ah, aproveite e se concentreem cada Vanger…

Ok, paro por aqui, mas se você gosta de um bom suspense, não deixe de ler, vale cada minuto, tanto que esse volume já ganhou sua versão cinematográfica na Suécia, e sua produção Hollywoodiana já está em produção, com direção de David Fincher (A Rede Social) e Daniel Craig (o novo 007) e Rooney Mara nos papéis principais. Fico no aguardo!

Minha nota: 9,0

Quem quiser, pode comprar clicando aqui.

Douglas Sanches
About Douglas Sanches (191 Articles)
Formado em Publicidade e Pós Graduado em Marketing Digital. Sócio-fundador de oito portais, apaixonado por cinema, música, TV, literatura, quadrinhos e todo outro tipo de nerdice!
  • http://pipocaerapadura.blogspot.com Rafael Morais

    Ainda não tive o privilégio de ler os livros, mas assisti todas as adaptações.
    Na expectativa pelo remake! Valeu Douglas, obg por visitar o meu Blog Pipoca&Rapadura.